SRA. MARGARETH

BARAK MARSHALL

LEIA MAIS

2013

SRA. MARGARETH

Sra. Margareth, com excertos de “Monger”, é uma adaptação de Barak Marshall para a Cisne Negro Cia. de Dança. “Monger” é um trabalho de dança-teatro para 10 bailarinos e conta a história de um grupo de funcionários, preso no porão da casa de uma patroa abusiva. Nesta obra, o movimento de Marshall é físico, afiado, rápido, com argumentos étnicos contemporâneos, altamente emotivos, visuais e teatrais.

Na trilha musical da obra Monger, Barak combina elementos da música cigana e do sudeste europeu, passando pela música clássica e rock. Monger explora as dinâmicas de poder, hierarquia, livre arbítrio e os compromissos que são necessários para sobreviver. A estrutura da peça de narrativa é traçada a partir de várias fontes, incluindo a vida e a obra de Bruno Shultz e Jean Genet “As Criadas”. Barak Marshall

FICHA TÉCNICA

Coreografia
Barak Marshall

Música
Diversos Autores

Assistente de Coreografia e Remontagem
Osnat Kelner

Luz
Cristiano Donizete Paes e Dany Bittencourt

Ano
2013

Duração
33:12’

SOBRE O COREÓGRAFO

BARAK MARSHALL

Nascido e criado em Los Angeles, Barak é filho do aclamado bailarino, coreógrafo e músico Margalit Oved. Desde sua acidental entrada na dança em 1995, Barak tornou-se um dos maiores inovadores da dança israelense. Seu primeiro trabalho, “Aunt Leah”, ganhou o 1º Prêmio no Suzanne Dellal Centre’s Shades of Dance Competion. Em 1998, seu trabalho “Emma Goldman’ wedding” foi apresentado no Bagnolet International Competion em Paris, onde foi premiado com louvor. Sua Companhia fez uma extensa turnê pela Europa incluindo performances na Lyon’s Bienale de la Danse, Paris’ Theatre de la Bastille e na Berlin’s Haus der Kulturen der Welt. Em 1999, Barak foi escolhido por Ohad Nharin como o primeiro coreógrafo residente da Batsheva Dance Company, criando diversos trabalhos tanto para a Companhia Junior como para a Sênior antes de quebrar sua perna em 2001, quando deixou a dança. Em 2008, a Suzanne Dellal Centre contratou Barak para a criação de Monger – seu primeiro trabalho depois de 7 anos, que recebeu aclamadas críticas. Em 2009 Barak foi convidado por Suzanne Dellal e a Ópera Israelita para criar Rooster, uma peça para 12 bailarinos e para um cantor de Ópera, Margalit Oved. Seu último trabalho, Wonderland, encomendado por Suzanne Dellal Centre, estreou em Dezembro de 2011. Neste mesmo ano, Barak foi convidado, para montar diversas novas obras, incluindo uma nova obra para o Ballet Jazz de Montreal e para a BODYTRAFFIC Dance Company, baseada em Los Angeles. Barak é formado em Ciências Sociais e Filosofia na renomada Universidade de Harvard.