DO HOMEM AO POETA

LUIS ARRIETA

LEIA MAIS

1983

DO HOMEM AO POETA

Baseado na obra de Pablo Neruda, este espetáculo ilustra as “odes elementares” desse poeta: ode ao homem simples – ode à intranquilidade – ode ao terceiro dia – ode à fertilidade da terra – ode à alegria – ode ao mar – ode ao passado – ode ao ar – ode à chuva – ode à tempestade – ode à solidão – ode à pobreza – ode à crítica.

FICHA TÉCNICA

Música
Carl Off
Ano
1983

SOBRE O COREÓGRAFO

LUIS ARRIETA

Luis Arrieta - Destino - Cisne Negro Cia de Dança

Nasceu em Buenos Aires e chegou ao Brasil, em 1974, a convite de Marilena Ansaldi para integrar o Ballet Stagium. Ao longo de mais de 40 anos de trajetória como bailarino, coreógrafo e diretor artístico, constituiu uma das mais destacadas obras na arte da dança produzida no Brasil. Com quase uma centena de coreografias, teve papel decisivo na historia de importantes companhias, como o Balé da Cidade de São Paulo e o Balé Teatro Castro Alves, de Salvador. Ocupou por duas vezes o posto de diretor artístico do Balé da Cidade de São Paulo e foi um dos fundadores e diretor artístico do Elo Ballet de Câmara Contemporâneo, de Belo Horizonte.