ALMA EM FOGO

ANA MARIA MONDINI

LEIA MAIS

1989

ALMA EM FOGO

“Fazer vibrar os corpos, desenhar-se, procurar formas e sentidos. Procuro dentro de mim explicar a minha dança. Melhor seria dizer, explicar-me na dança. Dançar para mim nunca foi fruto de um aprendizado, nem mesmo decorrência de um domínio técnico. Foi uma paixão silente e camuflada na infância.

Através de um amigo descobri um texto que parecia justamente falar do trabalho que estávamos terminando de compor: ‘A partir do encontro com a sua sombra o homem começa a nascer da escuridão do inconsciente para confrontar-se com sua vida instintiva na sua forma octonica e espiritual”.

Reconheci nestas palavras uma tentativa de explicar racionalmente aquilo de que descobríamos com a Alma em Fogo” (José Possi Neto).

FICHA TÉCNICA

Concepção e Direção
José Possi Neto
Trilha Sonora (Colagem e composição)
Gil Reys
Figurinos
João Santaella Júnior
Cenografia
Marco Antonio Lima
Origami
Eduardo Amos
Desenho de Luz
Hiram Ravache e José Possi Neto
Programação Visual e Maquiagem
Fábio Namatame
Ano
1989

SOBRE O COREÓGRAFO

ANA MARIA MONDINI

Ana Mondini - Alma Em Fogo - Cisne Negro Cia de Dança

A bailarina e coreógrafa brasileira, de nome completo Ana Maria Piazza Pfitscher da Silva, 47 anos, gaúcha de Porto Alegre, é a nova diretora da Companhia de Balé do Staatstheater Kassel, a Ópera de Kassel, cidade da Documenta, na Alemanha. Apesar de praticamente desconhecida no cenário alemão, ela foi escolhida entre 40 concorrentes selecionados, bailarinos e bailarinas de várias nações. Além de ser a primeira mulher e estrangeira nessa função depois de muitos anos, é também a primeira diretora brasileira da companhia. Casada e mãe de três filhos (10, 14 e 20 anos), com cerca de 30 anos de carreira inteiramente montada em São Paulo e apesar de detentora de vários prêmios de dança no Brasil, seu pulo para a Europa deu-se há somente alguns anos. Ela veio trabalhar pela primeira vez na Alemanha em 1996, convidada pelo coreógrafo brasileiro Ismael Ivo para sua assistente de direção na então nova Companhia de Dança do Deutsches National Theater, na cidade de Weimar, localizada no leste da Alemanha, que foi fechada por razões financeiras no ano passado.